Pense nisso:

Estranho é igual sabonete: quanto mais você usa, menor ele fica.


quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Falar é mais difícil que escrever - Anyone

Quem já foi meu aluno já me viu dizendo isso. Existem 4 habilidade em qualquer língua: falar, escrever, ouvir e ler. Se dividirmos essas 4 habilidades em dois grupos, o primeiro sendo composto por falar e ouvir e o segundo sendo composto por escrever e ler, qual grupo é mais difícil em inglês? E se eu te fizesse a mesma pergunta em relação à sua língua nativa, o português? Qual grupo é o mais difícil?
Vou me arriscar a adivinhar as respostas que você daria a essas duas perguntas.
Em relação ao inglês: você diria que o primeiro grupo, falar e ouvir, é mais difícil que o segundo.
Em relação ao português, sua língua mãe: você diria exatamente o contrário.
Se eu acertei sua resposta, continue lendo o texto. Se eu errei, você é um extraterrestre, mas continue lendo o texto mesmo assim.
Meus amigos, por que isso acontece? Já pararam pra pensar nisso? E, se isso acontece, faz sentido você dizer: "Sabe, teacher, é que eu tenho muita dificuldade em listening."
A questão não é dificuldade, my friends. A questão é treino, é contato, é exposição, é intimidade.
O que aconteceu com o português, sua língua nativa? Você cresceu sendo estimulado a falar em português em casa. E ouvia português sendo falado o tempo inteiro ao seu redor. E quando foi para a escola aprender a escrever, as coisas eram bem diferentes e, muitas vezes, muito menos interessantes. E você não se sentiu tão estimulado a escrever e ler quanto tinha sido estimulado a falar e ouvir.
Com o inglês, é o contrário. Você entrou na escola e começou a ser exposto (isso mesmo, exposto. Pouquíssimas pessoas foram, de fato, ensinados na escola.) ao inglês escrito. E houve alguma pressão para que você escrevesse alguma coisa também. De fato, o mundo ao nosso redor nos bombardeia com palavras em inglês escritas ou pronunciadas erroneamente. Não é verdade? Quando somos expostos ao inglês falado? Quando assistimos a um filme. É, isso é verdade. Mas quantas horas da sua semana você gasta assistindo filmes? Bem poucas comparado ao tanto de horas que você está fazendo qualquer outra coisa. Música? Digo o mesmo, com um agravante: não precisamos entender o que diz a letra de uma música para curtir o som que ela produz.
Então, Onde eu quero chegar com todo esse blablablá???
Quero dizer pra vocês que está na mão de vocês inverter essa balança. Se a sua dificuldade é ouvir e falar é justamente aí que você tem que dedicar mais tempo, mais energia.
Mas como? Esse assunto para outro post.

2 comentários:

  1. I NEVER LOOKED FOR THIS SIDE

    VIU DESTA VEZ FOI ESPONTANEO
    IIII PROVANDO SUA TEORIA É MAIS FACIL ESCREVER

    ResponderExcluir
  2. Muito bem, garoto. Mandou bem.

    Bjus

    ResponderExcluir